18.6 C
Patrocínio
quarta-feira 25 novembro 2020
- Trapiche Bar & Petisco -
Início Eleições Multa pesada: MPMG propõe ação nas esferas cível e penal contra candidato...
- Macaúba Ar Condicionado -

Multa pesada: MPMG propõe ação nas esferas cível e penal contra candidato a prefeito por carreata em desacordo com medidas de combate à Covid-19, em Santa Vitória

Os envolvidos descumpriram o Termo de Compromisso Eleitoral firmado por eles com o MPMG, espontaneamente, um dia antes do evento

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) propôs Ação Civil Pública (ACP) requerendo que o candidato a prefeito de Santa Vitória, Cassiano Teodoro Cabral, e o representante legal da Coligação Muda Santa Vitória, Armando Bizinoto Queiroz, sejam condenados a pagar R$ 500 mil por danos morais coletivos, pela forma como realizaram carreata no dia 17 deste mês.

Na esfera penal, o MPMG “requer a distribuição do feito perante o Juizado Especial Criminal, solicitando vista, em caráter de urgência, para oferecimento de transação penal, caso cabível”.

Consta na ACP que, da forma como realizaram a carreata, o candidato a prefeito e o representante da Coligação descumpriram todas as medidas de combate à Covid-19, estabelecidas no Termo de Compromisso Eleitoral firmado por eles com o MPMG, espontaneamente, um dia antes de promoverem o evento.

O MPMG requer que eles sejam condenados, também, à obrigação de não fazer novos eventos ou praticar condutas que voltem a violar a saúde coletiva e a tranquilidade social – já que a carreata reuniu centenas de pessoas nas ruas, “com violação de todas as cautelas para evitar a disseminação da Covid-19”, destaca o promotor de Justiça Diego Espindola Sanches.

Segundo o MPMG, “ao final da carreata, após terem permanecido em cima do trio elétrico sem máscaras faciais, o candidato e sua equipe desembarcaram na Praça da Prefeitura, onde o candidato se misturou com a imensa aglomeração que se formou no local proibido para desembarque, em verdadeiro carnaval fora de época, durante horas”.

Imagens obtidas por meio do sistema de videomonitoramento Olho Vivo, da Polícia Militar, “demonstram a completa inércia e omissão dolosa dos réus e de sua equipe em organizar minimamente a carreata”, segundo o MPMG. “Estima-se que o evento juntou pelo menos 600 veículos no mesmo espaço, em cenário e circunstâncias capazes de impulsionar a transmissão da Covid-19”.

O promotor de Justiça Diego Espíndola esclarece que o objetivo do MPMG, neste caso, é a defesa da saúde da coletividade, “sem consequências típicas das ações eleitorais, que cabem exclusivamente ao juízo eleitoral”.

Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada

-Onnet Telecom -
- Posto São Francisco -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Borges Seminovos -
- Bio Vida -
- Casa Bonita -
- Tropeirão -
- Hellen Modas -

ULTIMAS NOTÍCIAS

- Criativa Móveis -
- Sabor Mineiro -
- Brasil Lubrificantes -

OUTRAS NOTÍCIAS

Flamengo goleia Corinthians no Itaquerão, com vitória de 5 a 1

O Flamengo venceu o Corinthians por 5 a 1, neste domingo (18), na Arena Neo Química. A partida, foi válida pela 17ª sétima rodada da Série...

+ 23 pacientes curados de covid-19 nas últimas 24 horas em...

Nesta quinta-feira (03), Patrocínio registra mais um aumento nos casos curados sendo mais 23 pacientes curados do vírus, a notícia é muito animadora mas...
- Borracharia Auto Car -
- Camisa 10 -

MAIS LIDAS

- Bio Vida -
- Casa Bonita -
- Borges Seminovos -
- Tropeirão -
- Hellen Modas -
- Criativa Móveis -

TEMPO / CLIMA

Patrocínio
chuva fraca
18.6 ° C
18.6 °
18.6 °
89 %
2.1kmh
70 %
qui
26 °
sex
26 °
sáb
26 °
dom
26 °
seg
19 °
- Sabor Mineiro -
- Camisa 10 -
- Borracharia Auto Car -
- Brasil Lubrificantes -