17.8 C
Patrocínio
quarta-feira 19 janeiro 2022
- Publicidade -
- Publicidade -
Início Notícias Após suspeita de abuso sexual infantil, adolescente de 15 anos e avô...

Após suspeita de abuso sexual infantil, adolescente de 15 anos e avô são mortos por “populares”

No Distrito Federal, um homem de 43 anos e seu neto de 15 anos, foram mortos após serem suspeitos de crime de estupro. Os autores dos assassinatos souberam do possível estupro enquanto estavam em uma festa e saíram para procurar o adolescente tido como praticante do abuso.

O rapaz foi morto a tiros, enquanto seu avô foi golpeado com uma faca. O fato aconteceu na madrugada do último sábado (27). A mãe do menino de 7 anos que teria sofrido o estupro, contou em depoimento para a Polícia que havia visto algo no chão que se parecia com “sangue misturado com esperma”.

De acordo com ela, também tinha sangue na roupa íntima do rapaz e ele teria machucados na área genital. Ao ser questionado, o adolescente disse que havia se cortado.

A mãe da suposta vítima teria revelado ainda que a mesmo rapaz teria estuprado seu filho em Abril deste ano e apesar de denúncias na delegacia e Conselho Tutelar, não houve nenhum tipo de punição para o adolescente.

 

Ela então decidiu ir até um bar onde estava o padrasto do rapaz e comentou sobre a suspeita. Estava acontecendo uma festa no local e a história se espalhou por várias pessoas, que se revoltaram e segundo ela, a ameaçaram para contar onde o possível abusador morava.

No mínimo cinco carros “cheios de pessoas” teriam saído da festa em direção a residência  apontada pela mulher, todos com os rostos cobertos por camisas, panos e máscaras. Ela conta ainda, no depoimento, que o marido não estava no grupo que foi atrás de vingança e não se lembra de quem estava.

Os criminosos entraram primeiro na casa do avô de adolescente, procurando o mesmo. O senhor não quis dizer onde se encontrava o neto e acabou sendo esfaqueado. Conduzido ao HRG (Hospital Regional do Guará), ele não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

O adolescente estava escondido em uma residência na mesma rua. A casa era de uma vizinha da mãe do rapaz, que abrigou o garoto após a mãe dele pedir proteção para evitar um “acerto de contas”, de acordo com ela. O grupo de criminosos encontrou a casa onde ele estava e disparou três vezes contra o jovem de 15 anos, que morreu no local.

A 8ª Delegacia de Polícia investiga o caso. De acordo com a delegada Jane Klébia, câmeras de um comércio local de onde o grupo tinha saído serão analisadas para identificar possíveis imagens dos autores. O menino de 7 anos foi encaminhado ao IML para exames de constatação da violência sexual sofrida.

Também houve um pedido de preservação de material biológico de Thiago. De acordo com depoimentos de pessoas ouvidas na delegacia, há a suspeita de que ele pudesse ter alguma deficiência intelectual, mas ninguém soube precisar o diagnóstico.

- Julinho Pinturas -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

-Onnet Telecom -

ULTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Saiba dos seus direitos na hora de abastecer o veículo

Na hora de abastecer o veículo, é preciso ficar atento e verificar se o posto de combustível está seguindo as regras impostas pela Agência...

Casos ativos e suspeitos diminuem – UTIs continuam lotadas

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde de Patrocínio através do Boletim Epidemiológico divulgado neste domingo (28), os casos ativos somam 163...

ULTIMAS NOTÍCIAS

- Julinho Pinturas -
- Vital Gás -
- Escola Solução -
- Luciana Santos Estética -
- Funerária Nova Aliança -
- Cantina do Leitão -
- Academia Bella Forma -
- Criativa Móveis -

TEMPO / CLIMA

Patrocínio
nublado
17.8 ° C
17.8 °
17.8 °
87 %
1.5kmh
100 %
qua
27 °
qui
26 °
sex
28 °
sáb
27 °
dom
28 °
× Alô!!! PTC NEWS!