domingo, 14 julho
Publicidade
Publicidade
InícioSaúdeDaepa e o Crime Contra a Saúde Pública em Patrocínio

Daepa e o Crime Contra a Saúde Pública em Patrocínio

Água Contaminada e a Inércia das Autoridades: Moradores Padecem com a Negligência

Em Patrocínio, a crise no serviço de água prestado pelo Daepa não é novidade, mas o que poucos sabem é que a instituição pode estar cometendo crimes contra a saúde pública.

Conforme o Código Penal, no Art. 278, fabricar ou vender substâncias nocivas à saúde, mesmo que não destinadas à alimentação, é passível de detenção de um a três anos, além de multa.

Moradores, como os do bairro Matinha e outros, relatam problemas graves.

“Troquei o filtro de água para remover bactérias e cloro. Em dois dias, estava entupido. O prejuízo é nosso!”, desabafa um morador indignado.

Além disso, o Art. 265 do mesmo código penaliza com reclusão de um a cinco anos quem atentar contra o funcionamento de serviços essenciais como água.

A situação se agrava quando há subtração de material essencial, aumentando a pena.

O Daepa precisa ser responsabilizado por comprometer a saúde da população.

É inadmissível que cidadãos arquem com os prejuízos de um serviço público deficiente.

A comunidade exige uma solução imediata e eficaz para garantir a qualidade da água fornecida. A negligência do Daepa não pode continuar impune, pois a saúde pública está em risco.

 

 

Qual melhor nome para Patrocínio?

DEIXE UMA RESPOSTA

Coloque seu comentário aqui
Coloque seu nome aqui

VEJA TAMBÉM
Enquete

Qual melhor nome para Patrocínio?

Publicidade
Não foi possível carregar esta votação.

Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Publicidade
×